sábado, 3 de julho de 2010

A Diferença

"A diferença entre os cristãos e os incrédulos, no tocante ao conhecimento, não se acha tanto no conteúdo nem no modo de conhecer. Alguns incrédulos talvez saibam mais - e consigam dizer mais - a respeito de Deus, de sua perfeição e de sua vontade do que muitos cristãos. Mas nada sabem do que deveriam, nada de maneira certa, nada de modo espiritual e salvífico, nada com a luz santa e celestial. A excelência de um cristão não é ter ampla apreensão das coisas, mas sim aquilo que de fato compreende, talvez bem pouco, aquilo que vê à luz do Espírito de Deus, de forma salvífica e transformadora da alma. É isso o que nos dá comunhão com Deus - não a simples pesquisa investigativa nem conceitos baseados em mera curiosidade."


John Owen, em A Mortificação do Pecado. O grifo é meu.

Este belo período traz luz sobre a questão da diferença decisiva que a fé, como dom de Deus, faz para o homem: capacita-o a enxergar a Deus além da maneira abstrata e conceitual, para a maneira pessoal e salvadora. Glórias a Ele!